10 grandes canções com efeito Fuzz

Normalmente tendemos a ser confusos quando alguém nos pede pra descrever o que é um som Fuzz. Alguns guitarrista gostam de dizer que é o som de 2.000 abelhas presas em uma caixinha de metal –  com um potenciometro instalado nela pra potencializar as coisas.

E brincar com Fuzz é uma grande caixa de surpresas, tem muitos jeitos de fazer e muitos facetas para se brincar. E aqui temos 10 músicas que o pessoal da Guitar World compilou que representam todo o espectro do que o som Fuzz pode fazer.

The Ventures, “The 2000 Pound Bee”

Começando com “The 2000 Pound Bee”, uma música de 1962 dos the Ventures, uma clássica banda instrumental. Enquanto ninguém diz o contrário, dizem que essa é a primeira música a incluir uma guitarra fuzz intencional. O The Ventures sempre foi um ponto fora da curva quando se falam de efeitos, e se você quer verificar isso, procure o álbum de 1964, The Ventures In Space.

The Yardbirds, “Heart Full of Soul”

E pensar que originalmente o pessoal do Yardbirds queria tocar esse riff em uma sitara! Mas ai Jeff Beck resolveu mudar e colocar um “fuzz” na música. Ele usou o fuzz pra simular o tom da sitara. Coisa linda de ouvir.

The Doors, “When the Music’s Over”

Agora temos um clássico de 11 minutos do The Doors, “When the Music’s Over”, do álbum de 1967, Stange Days. Essa era a época do Fuzz, todo mundo estava usando.

Iron Butterfly, “In-A-Gadda-Da-Vida”

Continuando ainda no anos 60, agora vamos de “In-A-Gadda-Da-Vida” do Iron Butterfly, do álbum de 1968 que tem o mesmo nome psicodélico da música. São 17 minutos de psicodelia, onde temos um longo solo de bateria, orgão no estilo de igreja, letras delirantes e guitarra fuzz.

The Guess Who, “American Woman”

Calma, já a gente retorna aos anos 60 (ainda nem falamos de Jimi Hendrix). Mas vamos adiantar um pouquinho pro começo do anos 70, com a banda Gues Who, e seu grande hit “American Woman”.

Jimi Hendrix, “Foxy Lady”

Claro que não poderia faltar o mestre aqui, e apesar de termos colocado “Foxy Lady” por aqui, na verdade qualquer música do  Are You Experienced? poderia contar nessa lista. Um clássico.

Jeff Beck, “Beck’s Bolero”

Jeff Beck emplaca mais uma na lista, agora com a carreira solo. “Beck’s Bolero”— lançada em Março de 1967— era o lado B do primeiro single dele, “Hi Ho Silver Lining” (uma raridade por ter o cara nos vocais). Esse clássico tem Beck e Jimmy Page nas guitarras, John Paul Jones no baixo, Nicky Hopkins no piano e Keith Moon na bateria. Praticamente uma super banda, antes de se saber o que era uma super banda, porque foi antes de existir o Led Zeppelin.

Smashing Pumpkins, “Cherub Rock”

Agora vamos viajar agora um pouco no futuro e entrar em  “Cherub Rock” do Smashing Pumpkins, uma música matadora e um perfeito exemplo de uso do Fuzz.

Beastie Boys, “Sabotage”

Claro que não podiam faltar esses meninos de Nova York, com o clássico “Sabotage”. Com seu som de baixo fuzz matador – sem contar o clipe.

The Rolling Stones, “(I Can’t Get No) Satisfaction”

E então voltando para 1965: “(I Can’t Get No) Satisfaction” do Rolling Stones. Onde o maestro Keith Richards, com um pedal Maestro Fuzztone FZ-1 nos entrega esse petardo. Essa musica ajutou a aumentar o interesse por pedais de fuzz e muita gente copiar o estilo.

Marty Robbins, “Don’t Worry”

E para fechar a lista, reparem no solo de baixo deste clássico de 1961 gravar pelo músico country, Marty Robbins. O solo começa no 1:24 do vídeo. E vale lembrar que nós estamos falando de 1961!

Baseado em: 10 great fuzz guitar songs

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s